O Bom feedback é baseado em factos e não na nossa opinião

Por: A J
Quando se é pedido para dar feedback á um colega, a intenção é que seja útil. Se não  associar o feedback á algo concreto para eles e separar de opiniões pessoais e preferências, os seus colegas não serão capazes de agir em conformidade. Dê enfase aos factos, e  não às interpretações. Isto significa dizer que nos devemos distanciar-nos de comentários que são subjectivos, como exemplo: ela é egoísta ou falta-lhe autoconfiança. Mesmo que se acredite que o colega tenha um comportamento de alguém sem autoconfiança, como no exemplo dado, seria apenas a sua opinião – pode ou não corresponder a realidade. Aponte para comportamentos específicos, por exemplo: Ele não faz contribuições durante as reuniões, Ela interrompe-me quando  falo. Não se esqueça de incluir notas positivas e negativas, isto ajuda a contrabalançar qualquer preferência ou opinião pessoal. Para que os seus colegas melhorem, eles precisam de saber os pontos positivos e negativos dos seus desempenhos  para que possam então crescer.


1 comentário

Deixe uma resposta